Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEM ABRIGO


Não é questão de saudade, o que vos digo
Não é castigo escrever, em liberdade
Há que escrever a verdade que consigo
Ler no perigo que nos trás essa verdade

Não me posso eximir da sociedade
Que constrói a cada passo novo perigo
E usa no cinismo e na vaidade
A vida triste, o Natal dos Sem Abrigo

Não me lembro de me dizerem na escola
Que era lindo ficar na fotografia
Tendo na mão a pobreza de uma esmola
.
Onde mora o sonho da Democracia?
Debaixo do calor da pele da estola
Ou na força desta pobre poesia?

João Moutinho aka ressoa
19/12/2005
ressoa
Enviado por ressoa em 19/12/2005
Código do texto: T88376
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ressoa
Portugal, 67 anos
72 textos (1879 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:37)
ressoa