Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA DE UM CEGO.

Tudo é escuro,
Nada vejo,
Só sinto na face fria
O doce calor de um beijo,
Que é o calor da vida,
Mas não meu maior desejo.

Tudo é escuro,
Não conheço beleza,
Não sei o que é dos pássaros,
vossa graça e beleza.

Tudo é escuro,
À morte me entrego?
...não posso morrer.
À vida me apego.
Não posso ver eu ver.
...não posso,...sou cego.

             ( D`Eu )
Sidnei Levy
Enviado por Sidnei Levy em 06/04/2005
Código do texto: T10016
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sidnei Levy
Campinas - São Paulo - Brasil, 71 anos
298 textos (20822 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:52)
Sidnei Levy