Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Ó MINHA AMADA"

Vem comigo, ó minha amada,
senta comigo no jardim;
Eis que finda a primavera
e a lua nos espera...
nunca vi luar assim!

Vem comigo, ó minha amada,
vamos colher os jasmins;
O luar está tão claro
luar assim, é tão raro...
o verão chegou enfim!

Acorda! Ó minha amada!
Vem ver o clarão da lua;
Que noite de poesia...
clareando as pradarias
e revela a imagem tua.
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 17/01/2006
Código do texto: T100268
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
3870 textos (257163 leituras)
185 áudios (36329 audições)
9 e-livros (7402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:23)
Antonio Hugo

Site do Escritor