Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dançando entre as estrelas



A noite já nos convida
Chamando-nos para dançar
No céu um cometa improvisa
O arranjo para nos acompanhar

A lua se mostra altaneira
Garantindo o fim da escuridão
Uma estrela quer ser a primeira
A reluzir a claridade no salão

Na penumbra ouve-se um sussurrar
E a brisa entoa sua melodia
Como se todo céu fosse pulsar
No ri timo suave da poesia

Então nos dois embevecidos
Valsamos a noite toda sem parar
Nossos corpos se entrelaçam aquecidos
Pela chama da paixão a nos queimar

Até que a madrugada se aproxima
Trazendo de vez a claridade
Sinto-me como se fosse uma menina
Sem elo com a temporalidade

Mas como por encanto raia o dia
Desfazendo o momento da ilusão
Não mais se ouve a melodia
Não há mais uma estrela no salão

Percebo que estou sozinha agora
Ainda com vontade de dançar
Mas você, querido, já foi embora
Descubro que é hora de acordar...

Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 18/01/2006
Código do texto: T100649
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215246 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:08)
Priscila de Loureiro Coelho