Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VENENO - Regina Lyra

A serpente altiva
não sabia que rastejava,
aos desafios da virtude
         -  desnorteada.

Não compreendia
o sentimento da verdade,
nem aos bons acalentava
         -  seus ouvidos.

Gritos de maledicência
             - rosnava,
               como cão louco
               atacava inocentes.
No passeio público
         - sangrava.

Se morde
morre,
estrebucha
        - no veneno da palavra.

(Lyra, Regina.Insensatas Palavras. João Pessoa: Ed. Universitária, 2003).
Regina Lyra
Enviado por Regina Lyra em 19/01/2006
Código do texto: T100763
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Regina Lyra
João Pessoa - Paraíba - Brasil
418 textos (13680 leituras)
1 e-livros (85 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:18)
Regina Lyra