Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu sendo tão eu

Me engano muito, me envolvo fácil
Corrompo meu mundo e saio pela porta dos fundos
Sem nem me despedir de alguém, ninguém
Algum outro espaço em branco
Meu refúgio acaba sendo o escuro
E as minhas palavras doces tornam-se fortes
Melancólicas e uniformes
Busco nisso um prazer
Que outrora era viver, sem saber
Paradigmas entre o ontem e o hoje
Comparações absurdamente plausíveis dentro da minha cabeça
E assim me perco em acertos e desacordos
Desafetos dialéticos
Empíricos em sua totalidade
Fujo do reducionismo, enalteço minha complexidade
Talvez procurando minha verdade
Reatando acasos programados
Inventados por um destino manipulador
Crenças e desavenças por um outro amor.
M K
Enviado por M K em 06/04/2005
Reeditado em 13/12/2008
Código do texto: T10084

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Marcos Vinicius Kaminski Filho). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
M K
Curitiba - Paraná - Brasil, 33 anos
52 textos (2381 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:13)