Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CÂNTICO I

Aqui estou, em meu território,
enclausurada,
sentindo com minha sensibilidade
o progresso moer e remoer
as ânsias atuais e futuras de todos nós.

Com minha poesia esfomeada,
sedenta de pura realidade,
no isolamento
me desfiz das amarras,
que ainda aprisionam muitos seres.
Consegui e consigo adejar
minhas asas de falena cósmica livre,
alcançando o mais alto da liberdade de pensamento.

Projeto através de mim mesma,
transmito para que matemos as nossas sedes,
as nossas fomes,
deixando-me contagiar pelas amenidades
e processos indolores de meus cânticos,
que refletem o hoje, o agora!
Aninha Caligiuri
Enviado por Aninha Caligiuri em 19/01/2006
Código do texto: T101130
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aninha Caligiuri
Maringá - Paraná - Brasil
70 textos (1359 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:39)
Aninha Caligiuri