Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Debruço-me...

No manto cintilante das estrelas, deleito-me, vagando no espaço, vento brando passando espalhando os cabelos.
 Deixo aflorar o riso ofuscado, dos olhos enamorados flameja irradiando por todo lugar, raios de luz, penetram feito lâmina afiada.
Do coração sangra gotícula de paixão, aflora produzindo emoções, na sensibilidade do toque suave dos corpos.
Calor do enlace forte, olhos fechados na entrega absoluta, lábios tateiam até encontrar-se na mesma sintonia, feito ponta dos dedos no deslizar das cordas do violão, delicada sinfonia.
 Em passos lentos, mãos entrelaçadas na cintura.
 Encosto-me em seu ombro, esqueço do mundo, vivo apenas o presente, giramos no bailar doce que criamos.
As horas apagaram do relógio, a felicidade bateu na porta do coração, turbilhões de emoções afloram dos poros, no curto espaço de tempo, fitar dos olhos teus...
 
 
 
 


Escrito em: 29.10.2005
Por Águida Hettwer

Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 20/01/2006
Código do texto: T101608

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
1258 textos (116404 leituras)
15 áudios (2138 audições)
6 e-livros (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:29)
Águida Hettwer

Site do Escritor