Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Esquecer ou Saber!

Películas que se esvaíram na poeira
Nos tempos da cólera, amores platônicos...
Navegam o rio pela vila dos Buendías
Tamanha solidão entre dois seios
Amaros sabores vagueiam na noite
Tons vermelhos na lágrima que cai
Se a voz não embarga outra partida
O sorriso se desmancha noutro olhar
Veredas para novos desmandos
Conflitos relacionados em velhos arquivos
Palavra sentida a espera da vez
Entre suas coxas pousa a cabeça
Não lamente o tempo passado
Muros atribuídos & outros medos
Na terra a música se cala outra vez
Escolhas que se perdem a cada minuto
O barqueiro ainda demora a passar
Diminuindo o ritmo a cada ano
Sombras sobre os Urais, sinais distintos...
Vinhas sorvidas pelas varandas
O lobo expia a Lua distante
Tão solitário quanto um dia antes
Sina imposta a vaga na noite
Um copo, outro bar, olhar sem enxergar!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 21/01/2006
Código do texto: T101937
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120254 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:25)
Peixão