CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

O QUE É PROSTITUIÇÃO?

O que seria essa tal prostituição?
A mais evocativa das sintomáticas amorais?
Uma antiquíssima, indestrutível e provocativa profissão?
Ou quem sabe apenas um reduto necessário, aos desleais?

Parece-me unanimidade, concebê-la por indústria do corpo;
Entrementes, é mais fácil atribuí-la aos procederes de terceiros;
Ações pessoais têm outras alcunhas, prostituir-se é o que faz o outro;
Mesmo que predomine em ambas, a permuta  de prendas por desejos!

Estereótipos à parte, esse debate não termina na rotativa bolsa da esquina;
Às vezes o dito préstimo, se exclusiviza em antro especializado;
Ou então estampado no carro importado, enamorado da nobre menina;
Também comprovado no cheque que se assina, ou no casamento arranjado!

Prostitutas estão nas ruas e também nos coros das igrejas;
Nem tudo que se vende é semelhante, diante do sexo globalizado;
O pecado mordido nas maçãs, às vezes transfere-se às cerejas;
Mercado hipócrita, onde a verdade é engolida pelo anseio capitalizado!

Mas a raiz da questão vai mais longe e seus frutos são diversos;
A índole fingida eu açoito, mas o âmago em si sequer discuto;
Pois o que dizer dos votos vendidos, das consciências sob comércios?
Somos uma nação profanamente santa, ou um povo casto prostituto?
                     

Reinaldo Ribeiro
Enviado por Reinaldo Ribeiro em 09/06/2008
Reeditado em 16/07/2008
Código do texto: T1025973

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Reinaldo Ribeiro
São Luís - Maranhão - Brasil
1971 textos (146828 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/09/14 10:47)