Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poesia de Bolso 10


                           

   Todas as putas são tristes
                                  E arrastam suas histórias
                Como um Sísifo pós-moderno
                                                       Outras rolam sem histórias
                   ( Apenas lamentos trazidos
                                         Num sempre último pau-de-arara )
   Por estreitos corredores de casas
                                      Com luz vermelha na entrada
                     E flores murchas na janela
                                                      De onde a tristeza acena
             Para a vida que se afasta
                                       Chorando o cordão perdido.
Aldo Guerra
Enviado por Aldo Guerra em 23/01/2006
Reeditado em 13/02/2011
Código do texto: T102726
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aldo Guerra
Rio das Ostras - Rio de Janeiro - Brasil, 60 anos
296 textos (26097 leituras)
3 áudios (490 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:20)
Aldo Guerra