Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os Olhos


 
Nos teus movimentos me perco
entrelaçando nossas vidas
que há muito parecem esquecidas...
 
me atrai sua fisionomia
as vezes um tanto esgotada
outras, parece encantada
e transborda alegria
 
Teus olhos me contam o destino de teus beijos
Discorrem o mistério do tempo e da saudade
Observar-te me provoca alguns lampejos
e assim abro mão de minha liberdade...
 
Quanta promessa parece brotar de seu olhar
olhar que conta um pouco de desespero
de curiosidade
Olhar que se perde na paisagem secular
com método e esmero
num ato de cumplicidade
E tão ambíguo parace este olhar
fonte de desejo, força
e ao mesmo tempo uma certa fragilidade
 
Mas quando este olhar encontra o meu
seduzindo-me ate a insanidade me abraçar
Compreendo que és meu destino
reconheço o que a vida ali esqueceu
algo extremamente singular
misto de sossego e desatino...
 
neste momento decifro teu olhar
tua alma, teu ser
Há fagulhas da brasa que te faz pulsar
há a força do desejo que te faz viver
de modo singelo e acolhedor
porque te fizeste belo
no singelo ato de escolher
mergulhar e se perder de amor
 
 
Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 08/04/2005
Código do texto: T10287
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215203 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 20:18)
Priscila de Loureiro Coelho