Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quietude

A quietude em plantação
Sim – são ramos verdes, pendentes...
São meus olhos que já não te acusam
São meus rastros essa mera quietude
E tudo se mistura
São pisadas sem marcas
É meu grito ou soluço
risada
Mera quietude
Que dança sobre palácios
Que anda sobre cabeças
Que se veste de cinza
E se consome
Mera quietude
Que acalma os pássaros
Trás de volta o sol
Asserena os ventos
Dorme quietude
Que a lua espera...
Verônica Aroucha
Enviado por Verônica Aroucha em 24/01/2006
Código do texto: T102970

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verônica Aroucha
Recife - Pernambuco - Brasil
122 textos (7751 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:43)
Verônica Aroucha