Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Documeto poético


Meu registro é minha poesia.
Sujeito, agente, ator.
O social perpassa
             (apertado ou não)
por minhas mãos.
 
Que historiador cantará minhas emoções?
 
A imaginação é insuficiente,
não há interdisciplinaridade
que ouça meus cânticos.
 
Talvez, ela possa interpretar meus rumores!
 
Gravado no muro, Rosa e eu fomos amantes.
Minha rubrica está lá ...
 
Recortar e reportá-la a um contexto,
talvez seja inútil.
 
Meus sentimentos não serão os mesmos,
independentemente de qualquer perspectiva
... não serão ...
 
Minha voz calou-se
... foi efêmera ...
... foi pequena ...
Qualquer escala não a encontraria
diante do processo histórico.
Gustavo Naufal
Enviado por Gustavo Naufal em 25/01/2006
Código do texto: T103436

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Gustavo Naufal). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Naufal
Curitiba - Paraná - Brasil, 36 anos
71 textos (2030 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 20:08)
Gustavo Naufal