Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÙNICO VERDE.

A seca aqui no sertão tudo devora,
A chuva que demora cair.
Tudo aqui esta perdendo a vida.
Neste chão que queima feito brasa.

Esta morrendo a esperança,
Nos olhos de uma triste criança.
Meu sertão sem vida,
Meu sertão do coração.

O suor salgado escorre na minha testa, ardendo em meus olhos misturando-se com minhas làgrimas.
A cigarra canta em seu galho seco,
Como um lamento da vida que se perde.

O verde aqui esta morrendo cada dia um pouco.
O ùnico verde que ainda tem muita vida são o dos seus olhos.
Te prometo que este verde nunca vai morrer,
Porque sempre vou amar você.

BRIONE CAPRI
BRIONE CAPRI
Enviado por BRIONE CAPRI em 26/01/2006
Código do texto: T104334
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BRIONE CAPRI
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 32 anos
1428 textos (66606 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:13)
BRIONE CAPRI