Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cuspo - Part. II

Meu corpo pede por mais e mais
E nunca se deve terminar de começar
Porque o caos é o fenômeno
Tentado a se tornar obscuro e a continuar

E que se reste a vã futilidade do meu ato
Pois quero tocar no seu espasmo livre
Dissipar o que a razão consiste em massacrar
Envaidecendo ao limite da permuta que eqüivale

E mais que peça o corpo exija o fúnebre
Comportamento qualquer que seja
Nocautear essa insensata incerteza de se dar

Por mais que o prazer console os nossos dias
Peço por mais da verossímil insanidade
Pois meu insaciável cuspo não pede cessar

Túlio Henrique Pereira
Enviado por Túlio Henrique Pereira em 27/01/2006
Código do texto: T104719

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Túlio Henrique Pereira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Túlio Henrique Pereira
Itumbiara - Goiás - Brasil
82 textos (10091 leituras)
3 áudios (823 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:24)
Túlio Henrique Pereira