Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RESPOSTA

Ah!... quem me dera
ter sido a musa boêmia
do seu poema.

Ah!... quem me dera
tomar seu ego na mão
e afagar seu coração

Ah!... quem me dera
ser a sua companhia
e, na pura fantasia,
sem precisar de um porquê,
adulterar com você.

E depois, ah!... quem me dera
rir muito, ficar sonhando
com seu carinho, e lembrando
do que soubemos viver
sem culpa de ter prazer.

E para sempre guardar
nos meus sonhos misteriosos,
nos meus delírios nervosos,
a força do seu amar
não mais que mera quimera...

Quem me dera!
Quem me dera!
Sal
Enviado por Sal em 28/01/2006
Código do texto: T105031
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sal
Marília - São Paulo - Brasil, 78 anos
507 textos (44787 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:33)
Sal