Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0227 - Anjo ou mulher


 
Anjo! Não deixe outro dormir no seu espaço,
sei que tudo são apenas sonhos,
você é anjo, sonhos combinam com anjos,
mostra-me se na terra tem o céu que procuro.
 
Quero meu carinho gravado em uma estrela,
riscos de amor apagando todas as frases feitas,
preciso em branco a página da minha vida,
para escrever alguns nomes, que amo, um.
 
Ultrapasso o sono, as vontades permitidas,
tento decifrar se é anjo ou mulher,
com as unhas faça marcas na pele nua,
se não suportar a dor, não é anjo, nem amor.
 
Meu olhar corre os quatro cantos do quarto,
a pouca luz não me deixa ver as sombras,
meu olhar aflito volta para dentro das lembranças,
passeio entre a realidade e meu passado vazio.
 
Meu corpo precisa do abraço noturno,
do rosto que deslumbra algum sentimento,
até que minha alma volte à vida,
um passo, a cada passo, quero todos os carinhos.
 
Volta, meu anjo, para meu céu, para meu sono,
deixe que a madrugada mostre sua pouca luz,
aqui lhe dou calor, até sua pele queimar de paixão...
Anjo! Deixei marcas para que eu siga o caminho: é amor!
 
14/04/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 09/04/2005
Código do texto: T10531
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116251 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:58)
Caio Lucas