Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olha o jacaré


Olha o jacaré
deitado à beira do riacho,
Cochila seu jacaré,
Enquanto canta o sanhaço

O riacho cambaleia,
Como um ébrio oscilando
Indo molhar areia
E o casco do boi babando

Eu bocejo estremunhado
Tal o bicho preguiça
Minha mãe lá me procura
Por certo irridatiça

Sumi bem cedo de casa
Peguei espiar o sanhaço
O sol foi se aprumando
Aí me veio o riacho

Riacho vai, mergulho vem,
Me atirei no pé de manga
Minha mãe me procurando
Com uma cara de zanga


José Mattos
Enviado por José Mattos em 29/01/2006
Código do texto: T105422

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.josemattos.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Mattos
Santa Rita do Pardo - Mato Grosso do Sul - Brasil, 52 anos
54 textos (2839 leituras)
1 e-livros (48 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:02)
José Mattos