Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOR OCULTA

Eu passo sempre cantando
sorrindo, brincando.
Uma piada aqui,
alguma caçoada
sempre de bom gosto,
sem faltar nunca
um sorriso no rosto.

Mas tudo isso
tem um pano de fundo
triste e dolorido
que mantenho escondido
por não fazer sentido
para o resto do mundo.

É tanta, tanta dor,
que as outras dores todas
que me reserva a vida,
ficam pequenas,
tornam-se amenas,
mesmo que sejam
dores de amor.

Eu passo cantando,
brincando,
sem nunca negar
um sorriso no olhar.

E ao me ver passando,
o mundo diz:
"vejam como é feliz!"
Sal
Enviado por Sal em 29/01/2006
Código do texto: T105477
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sal
Marília - São Paulo - Brasil, 78 anos
507 textos (44782 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:11)
Sal