Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Regalo

Quando eu te machuco, meu bem, me perdoa.
Meu peso é enorme... Que posso fazer?
Correr meia légua e depois nem poder
te dar os meus beijos? Tu és a pessoa
que eu quero pra mim. A minh’alma até voa...
Meu corpo, porém, já não pode voar
O galope é tamanho e não pode parar,
meu peso aumentando, tamanho é o prazer
de ter teu amor... Eu não posso perder,
por isso eu galopo nas ondas do mar.

Perdi alguns quilos pra satisfazer
aqueles queixumes que um dia eu ouvi.
Tu sabes, meu bem, tanto quanto eu sofri
pra ter teu amor... Eu não posso perder!
Tu és o meu mundo, meu mar, meu viver,
tu és a mulher com quem sonho ao luar,
tu és minha deusa, meu bem, e te amar
é o maior dos prazeres que eu posso querer.
Meu bem, me suporta! Não posso perder
o maior dos galopes à beira do mar!!!
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 10/04/2005
Código do texto: T10591
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulo Camelo - www.camelo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 68 anos
909 textos (260141 leituras)
36 áudios (10731 audições)
6 e-livros (1672 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:37)
Paulo Camelo

Site do Escritor