Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORDA PARA O CÉU

Com fiapos de manga e teias de aranhas preguiçosas
ele fez uma corda que dá muitas voltas
e a lançou em direção ao céu
dizem que lá há muito mel
e ela sumiu no espaço
traçando vários arcos
e de repente se agarrou
em alguma coisa e se firmou
entre o céu e a terra
como se fosse um pacto
entre o que se crê
e o que de fato
há para se ver
e assim ele subiu
em direção ao desconhecido
esperando encontrar amigos
que lá já estivessem
esperando aqueles que se vestem
de sonhadores em busca de outras cores
além das sombras das mangueiras
e fantasias certeiras
sobre paraisos escondidos
entre nuvens de trigo
e assim lá se foi pro céu
sem ao menos tirar o chapéu
e sumiu de fato lá em cima
como se fosse rima
de um poema se escrevendo
entre o que se vê
e o que se continua crendo
e como não há noticia que desça
a não ser a chuva da terça
pelas gotas manda noticias
molhadas e sem malicia
de como as coisas vão lá em cima
com Deus no comando
sempre dando
pistas para quem vai querer
subir e descer
pela corda de manga e seda
com estranha beleza
que um dia um homem construiu
e por ela subiu
porém nunca desceu
pra contar o que lá viu
se tem bomba com pavio
explodindo estrelas anciãs
e criando outras irmãs
que iluminam o céu se vê
e o céu que parece azul
pra todo aquele que crê.

Preto Moreno
01/02/2006





Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 01/02/2006
Reeditado em 08/02/2006
Código do texto: T106969

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6777 textos (102524 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:03)