Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ah! beleza...

Ah! Beleza
Enquanto folha & mar resultam,
Fendas perdidas do tempo
Ao largo de estrelas
Que ficaram no verão passado
O brilho da luz, do teu olhar,
A pele suave sendo sentida ao toque
A minha mão a procura da tua
E os meus lábios, dos teus...
Ah! Beleza
Que figura na retina continua
Deste olhar sempre alegre
Ver na paixão por esta Ilha
Que afaga as mais doces lembranças
Para ser seu paradoxo
Na hermética exatidão do seu tempo
Figurante de seu vasto Jardim
Ah! Beleza
Que me cede em toda a sua forma
Todo o calor da noite
Do amor sempre bem-vindo
Que sabe esperar o momento
Para ter seu instante de prazer
Pelo prazer a ser sentido
Seja qual for a ocasião
Ah! Beleza
Que me tens com sua farta alegria
Face a sua farta volúpia
E que sabe a falta que me faz
Passamos ao largo dias a fio
Para renascer novamente
Com todas as cores, todos os sons,
O teu calor nas noites de frio
Ah! Beleza
Aqui me tens contido
Nenhuma lágrima vertida
Apenas um sonho a sonhar
Para um dia ser feliz
Sim, sou feliz todos os dias,
Por ter esse amor
Mais que paixão sem fim.

Peixão89
Deixas – 1998-2000
Peixão
Enviado por Peixão em 10/04/2005
Reeditado em 25/08/2009
Código do texto: T10720
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:39)
Peixão