Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EL REY

Tanto fiz
Tanto desejei
Ser Rei.

El Rei
Serei.

Errei
No que desejei tanto
Minha corte é um espanto
Sou Rei e nem sei o quanto.

Ministros
A mim vindos enfileirados
Burocratas diplomados
Expediente de Rei
Não sei
Como despachar.

Sou Rei
Agora coroado
Entronado
Pomposo, gasoso, obsoleto
Num canto decorativo do palácio.

E qual palácio que tenho
Sem reino, reinol.
Meus ditos
Escritos e selados
Tributam os que não tributam a mim
Mais que uma afeição protocolar.

Cansei, cansei.
Me faça plebeu novamente
Somente um mais um incógnito
Pra tomar uma carraspana
Embriagar-me feliz
No seio da meretriz que não tive na corte.
jose antonio CALLEGARI
Enviado por jose antonio CALLEGARI em 02/02/2006
Reeditado em 02/02/2006
Código do texto: T107367
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jose antonio CALLEGARI
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
475 textos (25268 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:45)