Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MARCA DO TEMPO

O coração no meu peito apressado me apavora
Por ficar sem teu amor coisa que mais adoro
Esse destino tirano para nós você não queria
Mas a realidade apronta uma coisa a cada dia.

Que bom se a gente pudesse estar sempre numa boa
Não ter nenhuma saudade e ser como peixes na lagoa
Mas a palavra lembrança é igual a dura serpente
Pelas estradas da vida, nunca desgruda da gente.

Vai lembrança e não me faça querer esse amor de outrora
Se o lembrar nos faz sofrer, quero esquecer tudo agora
Do que adianta querer bem alguém que foi embora assim
É como olhar uma estrela que não brilha mais pra mim.

Apague da nossa mente, momentos juntos vividos
Longos percursos que um dia por nós foram percorridos
Extingue com o passar do tempo as nossa marcas deixadas.
Como as árvores que secaram pelas margens dessa estrada
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 03/02/2006
Reeditado em 05/02/2006
Código do texto: T107640
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79567 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:22)
R J Cardoso