Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REFLEXÕES SEXUAIS ATUALIZADAS

Não queria partir deste mundo
Com esse trauma cristão
Do pecado da carne
Da comiseração.

Queria olhar para a mulher
Como algo divino
E não como a fruta proibida
A macular o sexo.

Não queria o sexo
Como profissão
Nem como instrumento mecânico de procriação.
Queria que a genitália, incluindo as línguas,
Fossem instrumentos de revelação
De um respeito profundo
No mais fundo da relação.

Mas, não criei o mundo
Não fiz as regras
Sigo meu caminho seguro da morte certa
Com estra frustração.
Se tiver mais de trinta nesta minha breve vida,
Já que não sou Don Juan, Casanova e nem um garanhão,
Darei por satisfeito todo o meu tesão.

E meu tesão não é cult
Não é brega
Não é de bordel
Não é tesão de repetição
Viagra puro no bolso
É um tesão comum
De poeta platônico
Que admira a beleza da vida
E não entendeu ainda
Que lhe foi proibido
O êxtase sem culpa.

Mea culpa mea máxima culpa!
jose antonio CALLEGARI
Enviado por jose antonio CALLEGARI em 03/02/2006
Reeditado em 04/02/2006
Código do texto: T107781
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jose antonio CALLEGARI
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
475 textos (25268 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:01)