Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O que Restou de Mim

O Que Restou de Mim.
 
Restou o teu sorriso,
a tua alma sempre pura,
presente comigo
em todos os momentos.
 
Perto ou longe
Só repousarei minha cabeça
no teu colo,
amado e querido.
 
O que restou de mim
foram todas as estrelas do firmamento
diante dos meus olhos,
que não se perderam nunca mais
no meu pensamento.
 
Foram todas as borboletas
que entraram no meu jardim,
para beijar as flores tão formosas
que habitam aqui.
 
E os beija-flores que não cessam
de aqui vir para sugar o néctar
de todas as flores, o mel e o meu amor.
 
O que restou de mim?
Alegrias, sem dores e compaixão
do meu amor que não precisa
nada mais neste mundo,
que existe e existirá sempre,
em cada campo florido
cheio de rosas em botão.
 
 E tudo restou de mim, pois o amor
não é medido nem comprado,
é coração encontrado
perto de outro coração,
para ter a certeza
de que tudo que restou de mim
foi o meu amor
que eu dei a ti.
 
Eda Carneiro da Rocha
Poeta Amor
Enviado por Poeta Amor em 11/04/2005
Código do texto: T10792

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poeta Amor
Araruama - Rio de Janeiro - Brasil, 81 anos
398 textos (14776 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:31)
Poeta Amor