Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOU TODA FORMA DE GUERRA

                                                                             
 
Sou tragédia secular que assombra a humanidade.
Língua áspera de areia que lambe o rosto da paz
E a primeira a cuspir minha flecha de amazona.
A que disfarça ambições dos senhores insensatos
E ecoa entre as masmorras, cativas da ignorância.
 
O mundo inteiro ouviu, o soar dos meus tambores
E o céu, muitos gemidos, sufocados nas trincheiras.
Finquei em cada nação, a cor da minha bandeira
Deixando em cada lugar, só espanto e cicatrizes
Que conheceram de perto, minhas noites sem fronteiras.
 
Lutei contra todo acordo, disseminei muitas dores.
Parindo todos os filhos, reguei meu sangue na Terra.
E assim eu sigo amando, feliz a cada conflito.
Que acontece nos campos, nas ruas e tantos lares...
Sou todo tipo de guerra e cresço sem me dar trégua.
 





Ceres Marylise
Enviado por Ceres Marylise em 04/02/2006
Reeditado em 14/10/2006
Código do texto: T108028
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ceres Marylise
Itabuna - Bahia - Brasil
38 textos (1653 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:12)
Ceres Marylise