Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARNAVAL

Longe, muito longe esse amor, afigura-se-me
O amor como algo tocante da aventura de agora
Ao falar sobre ele a adversidade corroi-me
E não falar nego a melindre de outrora.

Sua mais terna vontade de viver adocica-me
Todo o tempo desperdiçado dói nessa hora
Cada contato lembrado afável sensação traz-me
Um querer do próprio querer da clara aurora.

E estamos quase sempre indo embora, ela vai
E eu fico, enquanto apressado vai-se o tempo
Para o grande apogeu desejo que de mim não sai

De retorno toda a vida o amor não egocêntrico
Mas quieta ela sabe, e eu sei também quieto
Que quando um fica o outro vai a reanimá-lo.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 06/02/2006
Reeditado em 07/02/2006
Código do texto: T108505
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79554 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:39)
R J Cardoso