Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Falta de Ar!

Toquei o dedo mais fundo
Uma invasão tão completa
Um rio corria alucinado
Retoquei ainda mais, e mais...
Esperei e agitei novamente
Todo o calor do mundo
Ondas de torpor varrendo insanamente
O brilho do olhar tão fremente
Todos os pontos, todos os poros...
Mãos crispadas agarrando o possível
Enquanto todos os sonhos desfilavam
No tempero de todas as fragrâncias
A boca lasciva gemia voraz
O desconexo das palavras
Pernas que pairam, tão suspensas...
Novos alívios para desbravar os céus
Delírios & súplicas jorrando novamente
Para cada pontada do dedo em riste
Toquei além da alma e do ser
Tomei todos os anseios que quis
Fiz levitar com toda a plenitude
Tirei da realidade a cada momento
Mais uma vez, outra & outra...
Uma seqüência sem fim pelo dia
Avançando da tarde pela noite
Toda fantasia que a mente apura
Parei um instante, apenas olhei...
Toquei novamente, outro arrepio...
Um pouco de água para arrefecer o calor

Os olhos brilham mesmo com a falta de fôlego...
Falta começar a brincar com a língua...

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 06/02/2006
Código do texto: T108517
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120252 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:48)
Peixão