Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTADO DE AFETO AO COMPANHEIRO


Mãe em estado de fato
de tão cuidadosa, vira uma chata
ao perder as mãos nas fraldas
do recém-paparicado entupidinho de cocô.

Mãe em estado de orgulho
de tão coruja, se torna uma contadeira
dos fatos mais inverossímeis
daquele recém-querido de histórias poucas.
 
Mãe em estado de exagero,
ri até perder a graça, a noite, o lado do sono
desdobra as cobertas do mundo
daquele friorento que persiste em tanto dormir.

Mãe em estado de entrega
assume todas as culpas e, só, fica em casa
para a descoberta mais solitária
das estrias nos seios plenos diante do espelho.

Sou estado de mãe
Sou estado de calma!
Sou o estado abjeto
do feto mal concebido
do filho gestado com medo.
 
Sou a felicidade do dia solitária em meio à casa,
sou meu lado forte, meu macho na escuridão de amor,
que nos chega trazendo um brinquedo barato ao final da tarde
que derrama o choro do afeto que afeta o dia, enquanto distantes.


Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 11/04/2005
Código do texto: T10852
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
658 textos (19521 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:11)
Djalma Filho