Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sol... ( Dueto)

- Zelisa Camargo - (27/10/2004 07:47:54)
by Célia Regina Silva

 

\"...Restos de sol no céu
procedem o anoitecer
Restos de vida em mim
sustentam minhas ilusões...
A angústia atormenta
A razão vacila
O olhar se apaga
A tarde padece
Envolta no crepúsculo...
E no céu vermelho
os rastros de nuvem
cintilam o espaço
Enquanto perseguem
o horizonte
E os restos de mim
gotejam pelos caminhos
Enquanto perseguem
meus sonhos...\"
***

Restos de nós que temos que transmutar

em uma luz maior,

em novos caminhos

novos amores e esperanças de viver uma intensa harmonia.

Restos de nós que lastima as perdas e todas as dores.

Nada como um novo amanhecer onde o sol com seus raios brilhantes

e penetrantes entram em nosso corpo

dando-nos uma nova vida, onde a ilusão se finda tornando -se vida

e amor.

Restos de nós são retalhos

que construimos nossa morada verdadeira

onde apenas o amor habita

zelisa camargo


ZEL
Enviado por ZEL em 02/01/2005
Código do texto: T1086
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ZEL
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil, 69 anos
311 textos (33905 leituras)
8 e-livros (802 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/16 10:54)
ZEL