Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na raça, no gesto & outros reversos!

Prego na esteira, escada parada, subindo...
Pernas para quem ti quero... vespeiro
Palafitas boiando na marginal do rio
Vestida para trocar um cheque...
Só tenho cara de pau sem emprego
Panacéias contando moedas pela vida
Achados & perdidos, telhado & temporal...
Sobra chuva pela serra de Ramalho
Silentes soníferos estocados no plantão
Juntando o inútil ao atrasado, combates à vista...
Roubaram a portaria central
Muitos vão ter que esperar pagamento
Malucos disfarçados de estrela global
Pinçando frase na agulha do palheiro
Sobras da casa que também afundou
Tiros romperam a madrugada de novo
Outra parada chegando com os rojões
É verdade, todo mundo sabe,
Mesmo sem ver, e com escolta e tudo...
Risadas, ouro & outras armadilhas medonhas...
Medíocres engolindo samambaias trituradas
No barato da rua, espicha peça tirada na hora,
Normal como se nada fosse furto
Pesado pretexto para ficar calado
Tiros assombram de novo na noite
No olhar que mareja sinas malditas
Meninas trocando as bonecas pelo tostão
Sentado no planalto enquanto matinha novas senzalas
E nem o dinheiro esse povo devolve...
Ares vidigais, artífices de leis impróprias,
Lesado pagando a conta do estelionato
Desconto padrão em forma de vínculo
Um metro a menos na construção
Lamentar é coisa para os livros de história
Daqui a séculos, outros ainda duvidaram,
Da espoliação que a mais valia sempre impôs
Se de tudo falta, e nada se resolve,
Mais falta faz aquela vergonha na cara...
Espoliados de plantão & outros descendentes
A soma dos infratores não altera o furto
Aqueles que acusam, pela usura tomaram também...
E se limpeza fosse feita, nada sobrava...
Mas quem vai devolver a grana?

Já engolimos sapos, ratos, grilos, tucanos, poluição & outros gases!
Em todo o caso, “não entre em pânico” *.

Peixão89
Frase interessante do livro “O mochileiro das galáxias”, e que recentemente virou filme.
Trilha sonora ideal, “Welcome to the jungle! – Gun’s N’Roses.
Peixão
Enviado por Peixão em 08/02/2006
Código do texto: T109298
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:49)
Peixão