Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ARREPENDIMENTO



Emprestei meus sonhos ao nada
Por uma tola ilusão momentânea
Um falso amor com o brilho da pirita
Fiz-te sofrer sem piedade
Fui cruel, cometi maldade
Mas a cruel realidade
Deu-me a mostra de minha insanidade
Meu amor infinito que dor
Sinto em meu peito ferido
Trocar o certo pelo ilusório
Foi minha sina de mulher volúvel
Mas não penses que nosso amor foi em vão
Pois por ironia do destino
Meu doce amor
Ainda vives em meu coração
Quero a ti voltar, mas não posso
Minha vergonha é maior que minha dor
Será, meu querido, que ainda posso
Sonhar com teu amor?

Denise
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 12/04/2005
Código do texto: T10976

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916678 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:16)
Denise Severgnini