Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poeira de Estrada

É ver você e me aninhar por dentro,
Querer voar no vento,
Driblar o tempo,
Deixar o acaso entrar na vida...

É ver você e ter mais sentimento
Olhar o mundo em movimento
Com um olhar mais lento,
A visão contida...

É ver você e tudo passa:
As coisas vãs, ressentimentos,
Poeira de estrada para os maus momentos,
Deixo pra trás a dor, a lida...

É ver você e achar graça
Em tudo, em nada...
O amor disfarça
A marca, a mágoa
De qualquer ferida.

09 de fevereiro de 2006
Teco Sodré
Enviado por Teco Sodré em 09/02/2006
Reeditado em 10/02/2006
Código do texto: T109822

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Teco Sodré
Salvador - Bahia - Brasil, 38 anos
274 textos (12534 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:42)
Teco Sodré