Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Morrer, morrer, morrer de amor...

Tu me beijas... Eu te beijo,
Numa troca sem pudor...
Tu me matas de desejo...
Sou infeliz trovador!

A aurora dos teus penhascos
Volteio feito condor...
Teus lindos olhos, carrascos,
Porfiam na minha dor...

Estrela guia da sorte,
Inebriante licor,
Se desejas minha morte...
Que a morte seja de amor...
Valdez de Oliveira Cavalcanti
Enviado por Valdez de Oliveira Cavalcanti em 17/11/2004
Código do texto: T110
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valdez de Oliveira Cavalcanti
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 73 anos
22 textos (6704 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:48)