Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vício da Nostalgia




Tempos modernos, tempo antigo
Saudosismo que alavanca nossa história
Em verdade, o passado é sempre amigo
Que nos faz imaginar tempos de glória

Assim caminha, lentamente, a humanidade
Buscando algo que imagina não possuir
Insensata, apelida de felicidade
Tudo aquilo que ainda esta por vir...

Vai a vida, quase sempre esquecida
Alienada... displicentemente
Apressa-se como dama enlouquecida
Deixando esquecido o presente

Quando a dor lateja e pulsa o ferimento
A alma grita expondo sua fragilidade
Em verdade o que corrói é o sofrimento
Que desatento a castiga sem piedade

Como antídoto lança mão do que é saudade
Lembranças alteradas na memória
E logo vai acalmando a ansiedade
Que se consome no desejo de vitória

Quanta delícia experimenta a cada dia
Ao lembrar o bem estar que teve outrora
O passado é algoz que ludibria
Impedindo a dor de ir embora...

Doce mistério envolve o ato de viver
Mesclando encanto, desencontro e magia
Talvez a sina que provoca o sofrer
Esteja na ilusão que é nostalgia
Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 13/04/2005
Código do texto: T11085
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215195 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:37)
Priscila de Loureiro Coelho