Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nada

Sem prestar
Sem atenção
Não presto mais atenção
 Não presto!
Presto em dobro emoção

viagem imaginária...

Corpo quieto, viaja alma
Esperto, coça a palma
Carcome a dor e briga
- Mas briga também em calma -

Sem falar
Sem calar
- Grita com o olhar -
Sarcástico! Fantástico!

Mas não pode amar
Sofre, morre.
Critica e ressucita

Sem prestar - pra nada
Sem atenção - em nada
Sem falar - com nada
Sem calar - por nada

Corre, mas apanha
Morre, mas ama
Se ama tudo, se morre nada.
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 13/04/2005
Código do texto: T11097

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
958 textos (30823 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:07)
Júnior Leal