Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Essência


 

 

Queira-me pela minha essência,

Pela minha alma.

Minha face obscura não reflete no espelho.

O corpo em que habito não é meu,

Os passos que caminho não me pertence.

Estou além desta matéria.

Tenha-me como pássaro livre.

Sem pés, mãos e corpo.

Sou o vento que sopra alma.

Sou voz que ecoa no espaço..

Sou caminhante das nuvens.

Liberta de toda carcaça.

Livre como a água do rio, que corre para o mar.

Um dia minha face verdadeira,

Chegará a você.

O casulo ainda não rompeu.

A borboleta ainda não se despontou.

Sou apenas, fragmentos...

Queira-me sem rosto,

Sem mãos e pés.

Queira-me apenas pela essência.

Queira-me toda,

Não fragmentos de mim.

Um dia,

Deparo-me com você.

A redoma limita o amor emanar.

A carcaça falsa não permite ser amor.

Deixe-me ser primeiro.

Deixe-me buscar minha verdadeira face.

Mas... hoje habito uma carcaça que não é minha.

Dê-me tempo para ser.

Pois hoje flutuo no espaço sem tempo,

Mas o que importa é que

Estou renascendo ...

zelisa camargo

 

ZEL
Enviado por ZEL em 02/01/2005
Código do texto: T1110
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ZEL
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil, 69 anos
311 textos (33906 leituras)
8 e-livros (802 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/16 02:19)
ZEL