Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMO NÃO DANÇAR


zelisa camargo

Nesse dedilhar suave como não dançar contigo
minha doce amada.
Vamos soltar nossos corpos e deixarem
que eles voam e flutuam num mundo desconhecido
onde somente nós poderemos alcançar
e ai teras todas as tuas respostas.
A musica é enlouquecedora,
mágica e nos conduz.
É o veneno da alma que nos alimenta
e sem a qual não conseguimos vivenciar
e dançarmos todas as canções que se
transformam em poemas cantados
pela nossa alma liberta,
como nossos pés a bailar nesse imenso salão,
onde somente nós estamos
a sonhar todos os sonhos.
Como não dançar contigo
pois é um momento sagrado e divino
que somos nós em viagens
que somente nosso ser sente
e baila com a natureza e todo o cósmico
em perfeita harmonia.
Como não dançar,
pois a dança é vida,
é amor,
é paz.
É esse dedilhar que penetra fundo n'alma
e nos leva a um mundo desconhecido
de extases e encantos.

zelisa camargo
03.12.04
16.44
ZEL
Enviado por ZEL em 03/01/2005
Código do texto: T1115
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ZEL
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil, 69 anos
311 textos (33906 leituras)
8 e-livros (802 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/16 09:07)
ZEL