Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Morrer por amor

“Quero morrer por amor
e, não, morrer de amor.”
Maria Hilda de J. Alão (Desafio no site da Magriça)

-----

Sabendo que nesse mundo
um dia eu serei lembrança,
eu quero ter esperança
e um desejo profundo.
Eu sei que não me confundo
e não vou me permitir
morrer sem amor sentir.
Quero morrer por amor
e, não, morrer de amor,
se meu amor consentir.

E, se meu amor quiser,
posso viver mais um pouco...
ora, ora, serei louco
e me darei à mulher,
com o amor que ela tiver.
Não quero ver nem sinal
da morte. Se sou mortal,
quero morrer por amor
e, não, morrer de amor.
Não terei este final.

Morrer por amor, talvez...
Mas morrer de amor jamais.
Eu quero é viver em paz
e driblar com altivez
a maldita, que se fez
minha credora sem par.
E, quando a dita chegar,
quero morrer por amor
e, não, morrer de amor.
Essa conta eu vou pagar.

Então morrerei contente,
em paz com a vida, comigo,
em paz com tudo. Não ligo
a menor para essa gente
enganosa, que não sente
e não tem amor pra dar.
Não sei viver sem amar.
Quero morrer por amor
e, não, morrer de amor
quando meu dia chegar.

25/05/2002
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 13/04/2005
Código do texto: T11189
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulo Camelo - www.camelo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 68 anos
909 textos (260265 leituras)
36 áudios (10733 audições)
6 e-livros (1686 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:23)
Paulo Camelo

Site do Escritor