Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Passeio de Outono



... sobrara um restolho de sol,
quando um certo ar do outono
rabiscou-nos de arrepios
apartando nosso abraço.
Preguiça frouxa nos laços
sussurros da noite em prol
da batalha contra o frio
saga nossa do abandono.

Paisagem diferente,
nesta chegada ao exílio
no chão de dentro da gente."

...do latifúndio do medo
vinha toada em segredo:
"pior o aquecer que se apaga
deixando no peito a brasa."
Tu, em vagas, me dizias:
" o tempo pulsa em teus braços
com tremores de abandono".
Ao qu'eu a ti, respondia:
"meu amor, é só o outono!

veja a folha que se perde
dançando na ventania
na despedida do verde"

.Um cristal deslagrimado,
caindo ao chão da face!
Pedra de amor indo embora.
no leito de um rio rachado
que antes de secar, para!
Como se tudo morasse
num carrossel pau de arara,
roda de espera e demora.
.
A-deuses velhos, sem jeito,
e o sarcasmo das horas
deitaram-se em nosso leito.
Exato ponto em que choras,
por um horizonte precoce,
cão que se afasta sem dono.
Tempo girando em ciranda
a fé, a dor e o abono
qu'em reta a vida não anda
assim como se não fosse...

Foi nosso último outono!

Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 16/02/2006
Código do texto: T112842
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (11440 leituras)
1 e-livros (126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:09)
Elane Tomich

Site do Escritor