Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Versos jogados ao vento

Versos jogados ao sabor do vento
Dispersos e espalhados aos quatro cantos,
Um dia alguém poderá encontrar um verso
Que foi levado pela brisa?
Será que esses versos servirão à pessoa que os ler?
Pode ser alguém que esteja angustiado
Ou alguém que esteja sozinho e desamparado.

Um dos versos que joguei estava escrito:
Não pode haver tristeza que dure mais
Que o tempo necessário para que suas lágrimas
Possam se secar.

Em outro verso escrevi:
É preciso que o amor dure mais
que a tristeza e a solidão que sente
quando não se tem alguém para amar.

Havia outros versos
E todos eles foram jogados
Do alto de uma torre,
o vento levou para um horizonte desconhecido,
outros caíram no mar que estava ali próximo
para que as ondas os levem para navegadores solitários.

Versos jogados ao vento
versos para acalentar o sentimento,
seja ele de alegria ou descontentamento.

17/02/06


Miguel Rodrigues
Enviado por Miguel Rodrigues em 17/02/2006
Reeditado em 17/02/2006
Código do texto: T113162
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Rodrigues
Barueri - São Paulo - Brasil, 33 anos
1434 textos (42671 leituras)
6 e-livros (1681 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:41)
Miguel Rodrigues