Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De mito a atrito...

De mito a atrito
Somos todos iguais
Qualquer noite
Não são coisas postas
Meras nervuras
A sombra de um chá
Um banho de sais
A vida repõe coisas duras
Se vão acatar
Dissonância, ou movimento,
Prolifera a dúvida
A todo momento,
Das frases, não ditas...
A dor da partida
O beijo não dado
Abraço reprimido
A fuga
De sua consciência.
A vida é um medo.

Peixão89
Solidão & Afins – 1984-85-90
Peixão
Enviado por Peixão em 14/04/2005
Reeditado em 19/09/2009
Código do texto: T11332
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120251 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:02)
Peixão