Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARNAVAL DO RIO DE JANEIRO

Nota:
Este é o Canto XIV do meu poema épico: O NOBRE POVO BRASILEIRO !
 
 

   Canto XIV
É Carnaval há desfile na avenida
Entre as várias escolas que vão sambando
A Unidos do Brasil é favorita
Decerto no final vai ficar ganhando.
As cinco alegorias feitas com amor
Chegam á Sapucaí na concentração.
Os componentes cantam de coração
Seu samba enredo com muito ardor:
 
Hoje há festa no Brasil
É dia de Carnaval.
A escola de encantos mil
É a Unidos do Brasil
Que promete solucionar o Mal.
 
Mal na área Habitacional.
Também na Saúde precária.
Na segurança deficiente.
Na educação deficitária.
O emprego sofre o mal.
 
Meu povo cante de coração
Nesta festa bem brasileira.
Sim meu povo sofrido
Hoje tudo será resolvido
Nesta festa bem brasileira.
Nós vos trazemos a Solução.
 
Hoje há festa no Brasil
É dia de Carnaval.
A escola de encantos mil
É a Unidos do Brasil
Que promete solucionar o Mal.
 
Cantemos samba de coração
Nossa canção verdadeira
Para a problemática brasileira
Nós vos trazemos a Solução.
 
Vem na frente alegoria Habitação
Representando casas mal construídas
Pobreza além da nossa imaginação.
Criancinhas magras perecendo perdidas.
Seguido da Saúde em alegoria
Mostrando os hospitais caindo em pedaços
Faltam medicamentos e faltam braços.
Não tem mais dinheiro a Secretaria.
 
A seguir, lindo carro da segurança,
Trazendo os policiais mal armados
E o tráfico de drogas que avança
Não estão os poderes bem organizados
Está triste a alegoria do Emprego
Este é um dos problemas mais prementes
A maioria desses seus componentes
Está lutando contra o desemprego.
 
Comissão de frente, alas, bateria,
O mestre-sala e a porta bandeira
Passam para assistência a alegria;
Alegria da maior festa Brasileira
O tempo passa, um carro está faltando.
Atenções se voltam para a concentração
Parece que o tal carro que traz a Solução
Sofre problemas e está demorando.
 
Ali mesmo á entrada da avenida
Carro da solução não avança, portanto.
A Solução está quebrada e vencida!
O pessoal e todo o Brasil em pranto.
Gritos, lágrimas, correrias, confusão.
Esperança de vencer está perdida!
Como Solução não entra na avenida
O presidente manda fechar o portão.
 
 
 
 
 
 
 
 
Victor Alexandre
Enviado por Victor Alexandre em 18/02/2006
Código do texto: T113601
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Victor Alexandre
Bélgica, 72 anos
274 textos (86490 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:35)
Victor Alexandre