Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A PATOTA.

O covarde adora viver em patota
Tá sempre na aba
Nunca tem opinião própria
E na ora do pau comer é o primeiro a fugir
Ou o primeiro a bater
Confiando é claro
No mano do lado pra lhe socorrer
O covarde da patota
É bundão sim...

E esse covarde
É mais comum do que se imagina
Adora cocktail
Um papo na esquina
Adora adorno na lapela do paletó
Salvo conduto na patota.

E tem todo o tipo de patota
A de escritor, a de magistrados,
A de pastor,
A de políticos,
E de outros bichos que andam por aí
Comendo pelas beiradas...
jose antonio CALLEGARI
Enviado por jose antonio CALLEGARI em 19/02/2006
Reeditado em 21/02/2006
Código do texto: T113728
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jose antonio CALLEGARI
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
475 textos (25268 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:56)