Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RE-CANTO

Lá fora a chuva forte
cai. Dentro de mim
há tua ausência
Associada
a uma noite sem fim...
Não vens em forma
De caracteres
Para meu deleite neste recanto
do coração, como norma...
Sublimei este lugar para
saciar o cheiro do teu corpo
Ouvir o silêncio dos teus suspiros
Sentir teus poros neste retiro...
Não fala. Ouve. Ao longe o passaredo...
Deixa cortar tuas asas...
Não quero que voes...
Como é da tua natureza
Para o deserto incerto...
Aqui é morada dos teus sentimentos...
Cessa a peregrinação...
Diga-me que teu destino é ficar...
Que chegaste onde criarás raízes
E sararemos nossas cicatrizes...
Não há muralhas
Cessaram as batalhas
É o fim
Do caminho. Da busca. Da tentativa...
Da procura...
Encontramos o ENCONTRO...


nvelasco
Enviado por nvelasco em 20/02/2006
Código do texto: T114009
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
nvelasco
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
83 textos (2618 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:00)
nvelasco