Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Oi,

ainda que você não me ame,
ainda assim,
seguirei os seus passos
por onde eles me guiarem

já não há remorso ou flor
para colher ou cuidar,
nem mesmo tempo para amar
os que um dia não amei

suas pegadas
são o meu refúgio
mesmo que a porta esteja fechada
e o vento tenha apagado tudo

minha alma ficou prisioneira
de suas vontades.
meu corpo agora é o catre
da espera e da fadiga
Pedro Cardoso DF
Enviado por Pedro Cardoso DF em 20/02/2006
Reeditado em 16/05/2012
Código do texto: T114063
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Cardoso DF
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 68 anos
4325 textos (94900 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:01)
Pedro Cardoso DF