Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SENTENÇA

Nenhum jurado poderá afirmar convicto:
— Inteiramente absolvido ou inteiramente culpado!

O ser humano será
[não só pela graça de humano ele ser]
sempre complexo, pelo ser humano que nele há de estar.

Ele, humanamente descuidado,
sente vontade de matar a quem mais ama:
o pai que sempre o relegou a segundo plano,
o filho que sempre o tratou de modo tão estúpido,
a mãe que o tratou, irresponsavelmente, por proteção,
a filha que saiu de casa, chamando-o: — Bom filho da puta!

Ele, humanamente consciente,
sente impulsos incontroláveis de não querer ver mais vivo
[o próximo]
o amigo com quem discutiu sobre religião, política ou futebol,
o companheiro que afanou a idéia do seu melhor projeto
ou o empregado que o roubou quase religiosamente.

Ele, irresponsavelmente até,
sente mal-estares por não querer separar-se das mulheres envolvidas
[e purga só, no dia-a-dia que conquista]
por um apático dorme e acorda ou por um inexpressivo deita e fode
com aquela que controla o seu passo a passo, qual escrava
do espelho que o viu cheio de ciúmes do mundo inteiro
que fez troça dele por dela também não ser o único
a humilha-la por não agrada-la numa só noite
quando fala, clara, tantas inutilidades.

Senhores jurados,
nenhum ser humano é só bom ou só mau,
apesar da luxúria, da preguiça, da avareza, da gula, da soberba, da inveja e da ira:
tão femininas e já em pecado; cada caso é um caso,
e ninguém deverá ser considerado
inteiramente absolvido ou inteiramente culpado.

Agradecido, senhores jurados.

Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 20/02/2006
Código do texto: T114309
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
658 textos (19517 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:25)
Djalma Filho