Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu temia agora, nas trevas da noite

Como sob as trevas da noite existe
A quem teme a calma escuridão
Eu temia agora, nas trevas da noite
A falta eterna de ti, a pior solidão.

E essa solidão não é a solidão boa
Aquela que nos faz no fundo pensar
Solidão boa é a que tras a tristeza
Mas essa solidão é a que sabia matar.

Essa solidão é a que nos invade a cabeça
E como se explodindo transborda a dor
Eu temia agora, nas trevas da noite
Que a ti eu tivesse cedido meu amor.
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 15/04/2005
Código do texto: T11451

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
958 textos (30823 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:49)
Júnior Leal